A história secreta | Donna Tartt | Companhia das Letras

A História Secreta

A história começa a partir de um assassinato e a partir daí o narrador faz uma digressão para contar o que culminou naquele fato.

Richard é um jovens californiano de classe média baixa que resolve ingressar na faculdade, como a família não tem dinheiro, ele se esforça para conseguir uma bolsa para estudar nessa considerada faculdade.

Ao chegar lá, ele escolhe estudar Grego, por é o idioma que ele já vinha estudando, mas o professor dessa turma é um excêntrico que escolhe a dedo seus alunos. Como era de se esperar, Richard não é aceito de primeira, até que ele ajuda o grupo de 5 estudantes a resolver um problema de tradução.

Por mérito, ele acaba integrando esse seleto grupo, agora composto por 6, que se destacam no campus pela estética clássica e soberba. Ao ingressar nessa turma, Richard passa a mentir sobre a sua vida, pois ele era o único que não tinha dinheiro e isso o envergonhava.

No geral, A história secreta é composta por um núcleo de personagens adolescentes boêmios e inconsequentes. A autora ainda tentou dar certa profundidade aos personagens com as aulas de Julian, mas foi algo tão superficial que chegou a ser quase desnecessário.

O livro é longo demais para o que se propõe, tornando-se cansativo e sem grandes pretensões. Iniciamos sabendo quem morreu e mais ou menos o que aconteceu, então apenas acompanhamos esse desenrolar. Várias vezes a autora tenta fazer cenas de mistério, mas nada mais é do que um personagem contanto o que estava acontecendo fora da vista do narrador, mas que ele notou um ou outro vestígio nas cenas anteriores.

GoodReads | Amazon